xénos+

Xénos+ , surge do desígnio da palavra grega xénos, e remete para uma segunda que é a xenofília. Xénos refere-se a alguém que nos é estranho, diferente. Xenofília denomina-se pela estima e empatia por quem nos é desconhecido, por norma, os estrangeiros, mas pegando nas palavras de Eduardo Lourenço “O que mais me surpreende nos outros: a autenticidade. Cada pessoa é um mundo”, e, se assim é, cada um de nós é estrangeiro dos outros. 

Como projeto artístico que instiga à intervenção pela arte, o Xénos+ promove um concurso de cartazes alusivos ao combate à Homofobia, Bifobia e Tranfobia que dialoguem com a população e com o espaço público, invadindo este último e utilizando-o. 

 

A primeira edição decorreu entre Abril e Junho de 2021 entre a realização do Open Call e a exposição dos cartazes selecionados pelo Júri do Concurso (recorde-se: Bárbara Barreto, Ana Umbelino, Carlos Miguel, Olga Moreira e Antero Valério). Esta foi a primeira exposição pública a ter lugar na recentemente requalificada Praça 25 de Abril (Jardim da Graça).

 

Além dos cartazes dos participantes do concurso, a primeira edição contou ainda com cartazes de Artistas Convidados - Antero Valério, Madalena Bastos, Pedro Zema, André Silva e Rafael Faria.

 

LGBTQIA+, LGBT+, IGualdade